Marca convoca Buffon, Van Persie e outros astros fora da Copa para mostrar o que fazem no tempo livre

Algumas grandes seleções, como Itália e Holanda, não se classificaram para a Copa do Mundo na Rússia. E o que será que ídolos desses times estão fazendo neste “período de férias forçadas”?

O site e aplicativo de ecommerce Wish Shopping convocou alguns jogadores para fazer uma brincadeira. Na lista dos selecionados estão o goleiro italiano Gianluiggi Buffon, o meio-campista holandês Robin Van Persie, o atacante galês Gareth Bale, o goleiro chileno Claudio Bravo e o americano Tim Howard (assista aos vídeos ao fim do texto).

Esses astros estavam muito entediados e, para virar o jogo, cada um escolhe um hobbie para ocupar o tempo durante o campeonato de futebol mais importante.

Por exemplo, Bale, astro do Real Madrid, vira um barbeiro. Buffon, que se despediu da Juventus em maio, encarna um chef. Van Persie, atualmente no Feyenoord, vira um jardineiro.

Todos eles trocam as experiências entre si por meio de mensagens no celular. Mas não só entre eles. A marca também convocou duas estrelas que disputam a Copa: Neymar e Pogba, meio-campista da França.

FORA DE JOGO

A estratégia de contratar grandes nomes que não estão no Mundial também foi adotada por outras empresas.

É o caso da Visa, patrocinadora da Fifa, que tem como garoto-propaganda o sueco Zlatan Ibrahimovic. Embora sua seleção dispute o torneio, o atacante do Los Angeles Galaxy (Estados Unidos) anunciou aposentadoria da equipe nacional após a Eurocopa 2016 e, segundo a Federação Sueca de Futebol, manteve o posicionamento.

O McDonald’s também entrou na brincadeira. Para divulgar seu serviço de entrega, fez uma parceria com o Uber Eats, aplicativo de delivery da Uber, e contratou o meio-campista italiano Andrea Pirlo, que se aposentou há pouco.

Nos vídeos, o brasileiro Cafu, o francês Desailly e outros futebolistas tentam convencer Pirlo a torcer por suas seleções.

Daniel Alves, cortado da seleção de Tite por causa de uma lesão, foi lembrado pelo Itaú, patrocinador da CBF.

Na peça, ele conta um pouco de como lidou com a lesão e o corte da equipe brasileira. “Porque é isso que o campo ensina para gente. Cair e voltar para o jogo. Sempre”, diz Daniel Alves.

VÍDEOS DO WISH SHOPPING


—————————————————————————————————————

Sugestões, críticas ou dúvidas? Envie para
folha.inteligenciademercado@gmail.com

Siga também no Linkedin e no Instagram